Classificação dos agrotóxicos

Costuma-se classificar os agrotóxicos em 2 categorias básicas, que identificam a natureza da praga que se pretende combater e o grupo químico ao qual pertencem. Essas classificações constam do livro É veneno ou é remédio ? Agrotóxicos, saúde e ambiente, organizado pelos pesquisadores da Fiocruz Frederico Peres e Josino Moreira, onde é apresentado um quadro que inclui também, além das categorias, o nome dos produtos, substâncias ou agentes pelos quais são conhecidos no mercado e outras informações úteis.
A diferenciação de um agrotóxico, em função da sua utilização, modo de ação e potencial ecotoxicológico ao homem, aos seres vivos e ao meio ambiente, obedece à seguinte gradação (vide Tabela abaixo), segundo o Decr.No. 98.816 de 11/01/1990, indicado no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA do Ministério da Saúde.

Identificação da classe toxicológica dos agrotóxicas

classe I extremamente tóxicos faixa vermelha
classe II altamente tóxicos faixa amarela
classe III medianamente tóxicos faixa azul
classe IV pouco ou muito pouco tóxicos faixa verde

Os agrotóxicos podem são também classificados de acordo com as finalidades de uso. O quadro abaixo mostra exemplos das principais classes de uso:

Classificação de uso

CLASSE USADO NO COMBATE Á
inseticidas insetos
fungicidas fungos
herbicidas ervas daninhas
formicidas formigas
acaricidas ratos
nematicidas nematóides
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License